Usar preto? Claro!

Elizabeth Martins

   Usar preto sim, por que não???? Não precisa ficar com medo. Se sua sala, quarto, cozinha, banheiro ou outro ambiente da casa recebe luz natural, invista no preto.

   Combinado com madeiras naturais, branco, cinza, cimento, fibras naturais, amarelo, verde, mobiliário de estilo, fotografias, a cor é a queridinha de arquitetos e designers de interior.

O mobiliário de estilo é peça chave para compor ambientes com o preto. Além de valorizar a peça, traz aconchego e despojamento à decoração.

     Nos lavabos, halls sociais, corredores, mesmo sem iluminação natural, o preto é permitido e o resultado é muito bom. Nestes casos, a dica é apostar na iluminação pontuando elementos de destaque como quadros, aparadores, esculturas ou outras peças que vc queira realçar.

Lavabo acima com a estampa queridinha da estação, pied de poule, por Juliana Pippi.

   Móveis, tapetes, abajures, papéis de paredes, objetos de decoração e muito mais você vai encontrar no mercado para compor o seu espaço com charme e elegância.

E o preto também invadiu os quartos! E pasmem, o resultado é surpreendente, arrojado, contemporâneo. Vejam as imagens!

Acima quarto jovem assinado por Gabriel Martins.

 Pré adolescentes e adolescentes, meninos e meninas, adoram mesclar o preto com cores vibrantes.

Já os casais, moças e rapazes dão preferência à linha monocromática valorizando um dècor contemporâneo.

Mas, o melhor de tudo é a utilização da cor nas cozinhas, principalmente, nas cozinhas gourmet que buscam elementos vintage, coloridos e bem humorados.

Ambientes de formas limpas, modernidade, ousadia e muita personalidade são ingredientes fundamentais para um bom resultado. Se você tem vontade de usar a cor mas tem medo, peça ajuda a um profissional que com certeza alcançará o resultado que vc sempre sonhou.

A suavidade do rosa aliada ao cobre invade os ambientes.

Elizabeth Martins

Suave é a leveza, a tranquilidade, o bem estar, o olhar. O rosa traduz muito bem tudo isto. A cor Pale Dogwood está entre as 10 escolhidas pela Pantone como tendência para 2017 na moda e no design.

  Tem medo de usar a cor na decoração e ficar brega? Que nada, não se preocupe. Pitadas de rosa aliadas aos cinzas e valorizadas por adornos em cobre ou dourados podem ser usadas sem cerimônia em quartos, salas, salas de jantar, cozinhas e aonde mais você achar apropriado. Matizes da cor realçam e dinamizam com personalidade.

A cor remete ao romantismo mesmo nos ambientes mais modernos. Um ar provençal se instala e faz parecer que o frescor está sempre presente.

   Vários objetos estão disponíveis nas lojas pra você criar esta atmosfera leve e agradável. 

Mesmo que você não tenha nada rosa, mas utiliza luminárias ou adornos ou peças de mobiliário em cobre ou Rosê como muitas vezes é também chamado o cobre, o efeito já estará garantido.

   Mesclar com o preto, grafite e cinza também dá muito certo e traz um ar contemporâneo ao décor.

Vamos lá! Viram como tudo fica suave, bonito e elegante? Eu adoro!

 

 

 

Dicas para organizar cozinhas pequenas.

Elizabeth Martins

As cozinhas estão cada vez menores, principalmente nos apartamentos. Soluções para resolver o seu problema de armazenamento você vai ver neste post e eu tenho certeza que algumas delas serão a solução para o seu problema.

 

      Pendurar acessórios de cozinha em um painel, é uma solução criativa e divertida para liberar os armários e deixar tudo sempre à mão.

Os painéis perfurados você encontra facilmente em lojas especializadas em marcenaria ou em lojas do tipo “faça vc mesmo”.

  Grandes panelas e formas podem ser acomodadas no forno do seu fogão. Como ele não é tão utilizado, pode acomodar estas peças que ocupam muito espaço com tranquilidade. Na hora de usar o forno, provavelmente, algumas das formas guardadas nele serão utilizadas e as que sobrarem vc acomoda provisoriamente em alguma superfície na área de serviço.

  Os organizadores estão aí para salvar a sua vida! Use e abuse deles para empilhar panelas, louças e formas. As prateleiras extensíveis aramadas ajudam também a aumentar superfícies e acomodar mais objetos.

Prateleira extensível.

  Estas peças aramadas são ótimas porque você não precisa furar as prateleiras existentes.

Prateleira extensível.

   Na hora de escolher os eletrodomésticos, dê preferência àqueles que têm mais de uma função, tais como, panelas elétricas daquelas que fazem de tudo, e  multiprocessadores que vêm também com copo de liquidificador. Estes aparelhos vão economizar muito espaço na cozinha.

Panela elétrica multifuncional.

   Outro fator importante é armazenar os seus eletros de forma prática sem que vc precise ficar tirando sempre do armário para usá-los. Acomodá-los em armários já com tomadas, próximos a bancada de trabalho, é uma ótima solução.

  Gavetas deslizantes permitem que todos os eletros fiquem à vista sem que vc precise ficar se abaixando para pegá-los no fundo do armário.

    Organize os temperos reutilizando potinhos de vidro e pendure-os debaixo de prateleiras.

   Os mantimentos ficam muito bem armazenados em cestos e potes organizadores. Escolha os transparentes, eles vão te ajudar a achar logo o que tem dentro.

  E as tampas das panelas e vasilhas? Nossa, estas estão sempre se escondendo de nós! Um escorredor de pratos ajuda a organizar as tampas dos potes de plástico ou de vidro permitindo que os mesmos sejam guardados empilhados.

  Aramados próprios para tampas de panelas também estão disponíveis nas lojas.

  Se tiver um espaço de 10 a 12 cm livre ao lado da sua geladeira, faça um carrinho vertical para temperos. Você vai ganhar um super espaço que antes não seria aproveitado pra nada.

  Incluir no seu projeto tampos de apoio deslizantes é uma excelente opção para ampliar a área de trabalho e também para dar apoio a travessas que saem do micro ondas ou do forno elétrico.

Acomodar utensílios de uso frequente em potes, cestos e bandejas sobre a bancada ou pendurá-los nas paredes, é uma inspiração que remete aos grandes restaurantes que precisam de rapidez e eficiência. Mantendo sempre à vista  e à mão,  libera espaço dos armários e tudo se torna muito prático. Além é claro, de decorar com charme e muita personalidade.

Te ajudei de alguma forma? Espero que sim!

 

 

 

 

Corredores também precisam de decoração.

Elizabeth Martins

Nem sempre é uma tarefa simples decorar um corredor, mas é necessário, uma vez que eles são um lugar de passagem e justamente por isso, podemos dar asas a nossa imaginação ao invés de sermos obrigadas a conviver diariamente com um monte de paredes e portas sem graça nenhuma.

Se o seu corredor é um pouco mais largo do que o normal, aproveite o espaço, uma estante para acomodar os livros e objetos é uma boa ideia.

Um ótimo lugar para os cds e dvds.

Se não tem espaço, aposte nas paredes. Quadros, espelhos, cores mais fortes, iluminação.

Colecione memórias no seu corredor.

Cave nichos na parede.

Pranchas rasas acomodam quadros e porta-retratos.

Pequenos móveis também são bem-vindos.

Passadeiras e papéis de parede decoram e muito.

Luminárias causam impacto.

Cores escuras estão totalmente liberadas! Como área de passagem, você pode abusar delas.

E que tal um home-office?

Ouse!

Que tal?

O que será tendência em 2017 por Cristina Morrozi.

Elizabeth Martins

Cristina Morrozi é jornalista, escritora, editora de arte, crítica e  expoente máximo no mundo do design contemporâneo. Hoje, diretora da mais conceituada escola de design do mundo, o Instituto Marangoni.

Instituto Marangoni, Milão, Itália.

Cristina veio ao Brasil em Maio deste ano a convite da consultora Luiza Bomeny e da  ABD (Associação Brasileira de Design de Interiores) cujo tema foi os caminhos da decoração e do design para 2017 baseado no que foi apresentado no Salão de Milão 2016.

Portanto, peguem um papel e anotem!

As parede brancas darão lugar às cores e texturas variadas quebrando a monotonia e trazendo alegria.

“As texturas tomam conta de todas as superfícies! Depois de uma temporada com pegada minimalista, revestimentos como papel de parede ressurgem com força total. O piso, as portas e os móveis acompanham a tendência e se vestem de grafismos e técnicas decorativas.”

“Handmade”, feito à mão. Peças personalizadas de cunho próprio não poderão faltar no décor.

O virtuosismo criativo, tão presente nos gênios do passado, como Michelângelo, retorna nas novas criações. Os designers estão fazendo trabalho artesanal com as próprias mãos ou se unindo a artesãos para gerar produto com DNA único.”

Biombos Vela, Bernharat&Vella, para Arflex.

Os móveis da vovó estarão em alta retomando seu lugar anteriormente substituídos por peças modulares e sem personalidade.

“Algumas tipologias de móveis, substituídos durante muito tempo por sistemas modulares e prateleiras, estão de volta. Reaparecem, então, peças de caráter único, como as poltronas conversadeiras, na qual duas pessoas se sentam de frente para o outro, escrivaninhas, armários, biombos e outros móveis com função bem definida.”

Conversadeira, by Carlos Mot

A releitura do conforto.

“Lembra daqueles sofás supervolumosos que eram uma delícia de se sentar? Eles saem de cena e dão lugar a outros arquitetônicos que, devido à tecnologia, possuem o mesmo conforto.”

Sofá Gema, Daniel Libeski para Moroso.

O clássico emergindo com força total.

“Os móveis clássicos retornam, mas em um contexto contemporâneo. Seja na composição dos ambientes, nos tecidos dos revestimentos ou em releituras criativas. Os tapetes persa, por exemplo, aparecem com interferências e cores que fazem com que eles se adequem melhor aos espaços.”

E finalmente, as transparências e suas sutilezas.

“O vidro, seja em sua versão branca ou em cores diversas, dá forma a móveis, biombos e o que mais a imaginação e a tecnologia derem conta.”

Armário Aquário, design Irmãos Campana, para BD Barcelona.

E para finalizar, Cristina Morrozi não poderia deixar de enfatizar a sustentabilidade como a maior de todas as tendências e a volta dos trabalhos manuais associados às peças de décor , uma parceria entre artesãos e designers.

As banquetas da foto estão disponíveis na hangar043, Londrina, Paraná

Ressaltou ainda novos nomes como Chris Basis, Elena Salmistaro e Malteo Chic que, segundo ela, ainda darão muito o que falar.

Fontes: eye4design, casa vogue 

 

1 2 3